Esperança plena

Esperança, segundo o dicionário Michaelis, é o “ato de esperar”, “aquilo que se espera, desejando”.

Desde pequenos vivemos esperando… Por exemplo: Um presente prometido pelos pais; A média escolar na retirada do boletim; As férias para descansar na casa dos tios; O culto de natal para ganhar um pacote de balas (faz um bom tempo que não ganho mais isso); O natal para ganhar presentes; Enfim, muitas esperas.

Quando adolescente, por exemplo: A espera era a mudança da voz; A barba que viria; A paixão da juventude; E o amor encontrado na pessoa que você sonhou dividir a sua vida, até que a morte separe.

Uma espera para mim foi a oportunidade de descer as águas batismais e dar o meu testemunho público, contando a todos o que Jesus fez em minha vida. A oportunidade de trabalhar em uma emissora de rádio e televisão, concretizado na adolescência, aos 13 anos (na rádio Gazeta de São José AM e na Marumby OC), e aos 21 anos (na televisão, como editor e repórter cinegramatográfico no programa Novo Dia na TVBV / Band).

Todos nós esperamos, o difícil é esperar o que Deus nos prometeu. Sara esperou por 25 anos o filho que o Senhor prometeu a ela e a Abraão, o pequeno Izaque, que significa, “riso”, alegria.

A palavra de Deus diz: “Esperei com paciência pelo Senhor, Ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor”, Sl 40.1.

Espere no Senhor, e Ele lhe atenderá, no momento certo! Vale a pena esperar!

Pense nisto!